Como superar uma traição e reconsquistar a confiança!

Como superar uma traição e reconsquistar a confiança!

Você já sofreu uma traição num relacionamento amoroso? Já traiu e se arrependeu? O fato é que quando duas pessoas estão envolvidas num situação dolorosa como essa e querem reconstruir a confiança perdida, alguns cuidados e atitudes pontuais precisam ser tomados.

Fácil? De jeito nenhum! Mas quando me perguntam se é possível salvar um relacionamento após uma traição, a resposta é sempre “depende”. E depende mesmo. De muitos fatores, muitos sentimentos e, principalmente, muitos comportamentos.

Até porque, quando uma pessoa trai, ela certamente faz isso motivada por uma série de crenças e sentimentos que são muito pessoais. E aquele que foi traído também é invadido por muitas crenças e sentimentos que são próprios de sua história de vida, de suas experiências passadas e de todo histórico vivido nesta relação especificamente.

Pois bem: traiu ou foi traído e quer tentar salvar esse amor? Tenho algumas orientações que podem fazer toda a diferença no seu futuro com a outra pessoa.

AOS TRAÍDOS

 

  • Perdoar e aceitar de volta são duas ações (e opções) diferentes. Perdoar faz bem à sua alma e liberta você de um sofrimento que não ajuda em nada. Mas, claro, isso pode levar algum tempo, e tudo bem. Aceitar de volta é outra história. E é bom que você pondere cuidadosamente os prós e os contras de dar uma nova chance a esse encontro. Talvez seja crucial contar com um profissional que possa ajudar você a compreender melhor seus sentimentos e desejos e tomar a melhor decisão, considerando toda a história vivida e não apenas a traição.
  • O que mais grita na sua mente é “Por que???”? Essa pergunta te atormenta dia e noite? Saiba que é natural tentar entender os motivos que levaram o outro a quebrar a confiança e a gerar sentimentos tão dolorosos em você. É seu direito perguntar e querer respostas. E se o outro está realmente disposto a reconquistar o espaço perdido, é bom que comece a responder, porque tanto a base da construção quanto da reconstrução de um relacionamento é o diálogo e a coerência entre o que se fala e o que se faz.
  • Lembre-se de que se colocar no lugar de vítima para sempre não vai ajudar. Durante um tempo, você é mesmo vítima de uma traição e tem todo o direito de doer. Porém, acusar o outro para sempre, mesmo optando continuar a relação, é perder a chance maravilhosa de crescerem juntos e talvez até de viverem um amor ainda mais maduro, mais forte e mais cúmplice. Portanto, conversem o tempo que for preciso, fale a mesma coisa milhares de vezes, esgotem o assunto e, se decidir ficar, saia do lugar de vítima, tire o outro do lugar de vilão e assumam essa decisão de tentar feito gente grande: como uma escolha. Uma nova chance ao amor que vocês merecem e desejam viver!

 

AOS QUE TRAÍRAM

 

  • Se você quebrou a confiança de quem ama ou já amou um dia, certamente teve seus motivos para fazer isso. Válidos ou não aos olhos de quem foi traído, são os seus motivos. E querendo ou não reconstruir a relação devastada, seria gentil e maduro de sua parte se explicar. Por isso, seus motivos podem e devem ser colocados com transparência, carinho e cuidado. O fato é: quanto mais verdadeiro você for, mais fácil será para o outro lidar com a dor, mesmo que pareça justamente o contrário. A verdade liberta, ameniza, esclarece, apazigua, seja ela qual for. E lembre-se: quanto mais você responder algo do tipo “não sei”, mais vai angustiar o outro e fazer com que ele acredite que você pode repetir o ato a qualquer momento. Afinal, se nem você sabe por que fez o que fez, o que poderá te impedir? É preciso consciência de si para fazer a escolha de não trair novamente.
  • Caso tenha se arrependido e queira reconquistar a confiança e o amor de quem você traiu, lembre-se de que qualquer reconstrução – e ainda uma tão delicada quanto essa – requer disponibilidade e paciência. O outro vai querer entender e vai perguntar “por que?” muitas vezes. A você, pode parecer que já chega, que não aguenta mais falar sobre isso e não ajuda em nada. Mas saiba que falar é uma forma de elaborar e digerir a dor. E quanto mais honesto, disponível e paciente você for, mais a confiança será reconstruída. Ouça, acolha, peça perdão mais uma vez. Reforce seu arrependimento e seu compromisso de que não repetirá um comportamento como esse. E, por favor, pelo bem de vocês enquanto casal, cumpra sua promessa.

Enfim, um acontecimento doloroso pode servir para que um casal reescreva sua história, refaça seu compromisso e renove seu amor. Mas tudo isso requer respeito, tempo e atitude de gente grande. Se você traiu ou foi traído e quer superar essa dor, espero realmente ter contribuído. Porque quando é amor de verdade, vale a pena tentar de todo coração!

>> Saiba como evitar uma traição cuidando de si mesma: http://vivaoamorquevocemerece.com.br/viver-pleno/

No Comments

Post a Comment